Adonay Echad


Seja bem vindo (a)!!!

Últimos assuntos
Bate Papo
Quem está conectado
3 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 3 Visitantes

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Seg 08 Fev 2016, 6:29 am
Parceiros



50




50








50




50



50

A TEVILAH (IMERSÃO EM ÁGUA)

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

default A TEVILAH (IMERSÃO EM ÁGUA)

Mensagem por Patrick em Qui 25 Nov 2010, 4:18 pm

A TEVILAH (IMERSÃO EM ÁGUA)

TESTEMUNHAS DE YESHUA
M: PATRICK P VARGAS

Muitos dos ritos que a igreja do Mashiaticada nos dias atuais são ritos judaicos. O Batismo nas águas, por exemplo, é um rito judaico chamado Tevilah. Este rito proporciona purificação, consagração e santidade ao povo judeu. O batismo nas águas em nome do Messias, é a Tevilah de arrependimento. A Tevilah, no conceito judaico, acontece de duas maneiras:
1.Para arrependimento de pecados (Conversão).
2.Para purificação e consagração ao Eterno.
No judaísmo o conceito de pureza e impureza não tem sentido pejorativo, é apenas um estado espiritual no qual a pessoa se encontra.
Na Bíblia encontramos muitos momentos que exemplificam bem os dois tópicos acima.
Primeiro: Tevilah de arrependimento, praticada por João, o imersor (Batista), que estava preparando o povo para a primeira vinda de Yeshua, como Bem Yossef, filho de José, aquele que veio para ser luz para as nações.
“Naqueles dias apareceu João, o imersor, pregando no deserto da Judéia, dizendo: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos Céus. Então iam ter com ele os de Jerusalém, de toda a Judéia, e de toda circunvizinhança do Jordão, e eram imersos no Rio Jordão confessando seus pecados”.(Mateus 3: 1 2,5 e 6).
João o imersor na realidade estava conscientizando o povo da necessidade de se arrependerem dos seus pecados e fazerem a teshuvah (retorno ao Eterno).
A Teshuvah, na realidade significa largar o pecado e retornar ao Eterno, dar uma volta de 180º na sua vida, não somente arrepender-se do pecado, mas larga-lo e a partir daí passar a fazer a coisa certa, não errar mais o alvo. O apóstolo Paulo fala aos Tessalonicenses:
“Porque eles mesmos anunciam de nós qual a entrada que tivemos entre vós, e como vos convertestes dos ídolos a D’us, para servirdes ao D’us vivo e verdadeiro”.(1ª Tessalonicenses 1: 9).
O apóstolo estava feliz com a Teshuvah dos Tessalonicenses. Porque eles não só largaram os ídolos, mas entenderam, que a mudança teria que ser completa, por isso se voltaram para o Eterno com todo o seu coração para servi-lo.
Segundo: Tevilah de consagração aplicada a Arão e seus filhos, consagrando-os para o ministério. Antes que vestissem as vestes sagradas e recebessem, o óleo da santa unção; tiveram que ser imersos em água.
“Então Moisés fez chegar Arão e seus filhos, e os lavou com água...” (Levítico 8:6).
Consagração para entrar no santo dos santos. Mais tarde o Eterno deu instruções a Moisés ensinando-o a maneira pela qual Arão deveria entrar na presença do Todo Poderoso.
“Com isto entrará Arão no lugar santo: com um novilho, para oferta pelo pecado, e um carneiro para holocausto. Vestirá ele a túnica sagrada de linho, e terá as calças de linho sobre a sua carne, e cingir-se-á com cinto de linho, e porá na cabeça a mitra de linho; essas são a vestes sagradas; por isso banhará o seu corpo em água (passará pela) Tevilá, e as vestirá”.(Levítico 16:3, 4).
Antes que o sacerdote Arão colocasse as vestes sagradas, era necessário estar purificado e consagrado. A maneira de alcançar este estado espiritual era passando pelo banho de imersão no micvê (onde é feito a Tevilah).
Terceiro: Tevilah de purificação, aplicada às mulheres judias todo mês, depois do seu período menstrual, ou após o parto.
Os homens também imergiam no micvê antes de yom kipur e muitas outras situações, onde era, requerido das pessoas; teshuvá (conversão, retorno ao Eterno), purificação ou consagração.
Nesta apostila vamos estudar principalmente, a Tevilah de arrependimento.
Porque quando uma pessoa recebe o testemunho do Senhor Yeshua algo acontece no seu espírito, como estudamos no tópico sobre novo nascimento, vamos ver agora todo simbolismo a cerca disso:
“Ou, porventura, ignorais que todos quantos fomos imersos no Mashiach Yeshua fomos imersos na sua morte” (Romanos 6:3).
Este versículo nos mostra que quando alguém passa pela Tevilah de arrependimento, se assemelha ao Mashiach na sua morte. Os seres humanos estavam perdidos em seus pecados e delitos, sem esperança e sem D’us no mundo. O Senhor na sua infinita misericórdia livrou o homem do império das trevas e transportou para o reino do Seu amado Filho, no momento que o espírito de D’us vem habitar no espírito do homem ocorre o novo nascimento, a velha criatura morre e nasce uma nova criatura, que passa a viver na dependência de D’us. Isso já aconteceu no espírito, é preciso agora manifestar essa realidade no reino físico, diante dos homens e dos anjos, dizendo: Eu (creio) recebo Yeshua como meu Senhor e Salvador e confesso que o D’us e pai do meu Senhor Yeshua é o único D’us verdadeiro.

Quando imerso:
Está sendo mostrado que o pecado que escravizava, já não tem mais poder sobre aquela pessoa que tem agora o espírito do Santo para guia-la de acordo com a vontade do Eterno. Agora ela já pode governar a sua vida. Antes isto não era possível, porque a inclinação era para as coisas desse mundo, mas agora a inclinação é para o Reino de D’us.
“Que diremos, pois? Permaneceremos no pecado para que abunde a graça? De modo nenhum. Nós, que já morremos para o pecado, como viveremos ainda nele?” (Romanos 6:1-2).
O mundo e suas concupiscência já não atraem o filho da luz, agora ele já não segue o curso desse mundo, mas está na contramão dele. O que é o curso desse mundo? O caminho das pessoas que estão fora dos propósitos do Eterno.
“Mas longe de mim, gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Yeshua Há Mashiach, pela qual o mundo está crucificado para mim, e eu para o mundo” (Gálatas 6:14).
A carne, com seus apetites e desejos, estão pregadas no madeiro do nosso Senhor Yeshua Ha Mashiach, já não tem domínio sobre os que são guiados pelo espírito.
“E os que são do Mashiach Yeshua pregaram no madeiro a carne com as suas paixões e concupiscências” (Gálatas 5:24).
Quando submerso:
Significa que como o Mashiach foi sepultado, também aquele que desceu as águas foi sepultado com Ele. A velha criatura está morta e enterrada embaixo das águas. A água nos fala de mudança de estado, desce a velha criatura e sobe a nova criatura.
Quando ressurge:
Significa que como o Mashiach ressuscitou, aquele que acabou de sair das águas ressuscitou junto com Ele.
“Fomos, pois, sepultados com ele pela imersão na morte, para que, como o Mashiach foi ressuscitado dentre os mortos pela glória do Pai, assim andemos nós também em novidade de vida”. (Romanos 6:4).
Agora o novo discípulo está apto, para uma nova vida através do Mashiach.
Receber Yeshua como Senhor e Salvador, é o mais importante para que se realize a Tevilah. No momento de descer as águas à pessoa terá que confessá-lo publicamente. Como já foi falado. Só assim terá acesso a D’us em espírito, como está escrito.
É também uma demonstração de genuíno arrependimento das obras do passado e confissão dos pecados que tanto prejudicaram a vida daquela pessoa.
“Porque há um só D’us, e um só mediador entre D’us e os homens, Mashiach Yeshua, homem”.(primeira Timóteo 2:5). E “Quem crer e for imerso será salvo; mas quem não crer será condenado”. (Marcos 16:16).
Por isso o apóstolo Pedro estava convocando as pessoas que estavam se convertendo ao arrependimento e a passarem pela Tevilah.
“Pedro então lhes respondeu: arrependei-vos, e cada um de vós seja imerso em nome de Yeshua Há Mashiach, para remissão de vossos pecados; e recebereis o dom do espírito do Santo”. (Atos 2:38).(O batismo é feito somente no nome de Yeshua).
“E eram por ele batizados no rio Jordão, confessando os seus pecados”. (Mateus 3:6).
O Senhor Yeshua deu o exemplo, mesmo não tendo pecado, e não precisando de arrependimento Ele foi batizado por João Batista no Rio Jordão.
“E aconteceu que naqueles dias que veio Yeshua de Nazaré da Galiléia, e foi imerso por João no Jordão”. (Marcos 1:9).
E por isso Ele deu a seguinte ordem:
“Portanto ide, fazei discípulos de todas as nações, imergindo-os em meu Nome”.(Mateus 28:19).
Qualquer dúvida quanto ao versículo de Mateus 28:19 pode ser tirada lendo a apostila A B’rit Chadashá do Prof. Osmar Amorim deste Seminário (O texto “Pai, Filho, e Espírito Santo” foi introduzido posteriormente e não está nos melhores textos originais).
O que é um Micvê (lugar onde se realiza a Tevilah)?
Na verdade, as reservas naturais de água correntes são os melhores locais, porque são águas naturais, preparadas pelo Eterno para purificar. Na Bíblia encontramos vários versículos, falando das águas como fonte de purificação.
“Tudo que pode resistir ao fogo fá-lo-eis passar pelo fogo, e ficará limpo; todavia será purificado com a água de purificação; e tudo o que não puder resistir ao fogo, fá-lo-eis passar pela água”.(Números 31:23).
A própria Palavra de D’us é mencionada como águas vivas.
“A fim de a santificar, tendo-a purificado com a lavagem da Água, pela Palavra”.(Efésios 5:26).
Partindo deste princípio o povo judeu prefere as águas naturais correntes, porém muitas vezes pode ocorrer dificuldade para se ter acesso a essas águas, daí a necessidade de se ter uma espécie de piscina ou poço preparado meticulosamente conforme orientação dos rabinos para essa finalidade.

Patrick
Colunista
Colunista

Mensagens : 41
Pontos : 124
Data de inscrição : 18/11/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum