Adonay Echad


Seja bem vindo (a)!!!

Últimos assuntos
Bate Papo
Quem está conectado
Não há nenhum usuário online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e nenhuma Visita :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Seg 08 Fev 2016, 6:29 am
Parceiros



50




50








50




50



50

Yeshua Hamashiach ou "Emanuel"

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

default Yeshua Hamashiach ou "Emanuel"

Mensagem por Josinei em Seg 29 Out 2012, 10:51 pm

Mateus 1:22 , 23 x Isaias 7:14

Mateus 1:22-23
“ Tudo isto aconteceu para se cumprisse o que o Senhor falou pelo profeta: Eis que a
Virgem conceberá e dará à luz um filho, que se chamará Emanuel" (Is 7:14), que
significa: YHWH conosco.
Isaías 7:14
"Eis pois que o Eterno, Ele mesmo, vos dará um sinal: eis que a moça grávida dará à
luz um filho e o chamará Imanuel."

Na análise de (Is 7:14), percebemos que ela não diz respeito a Yeshua. Para uma
melhor compreensão e para que não haja dúvidas, precisamos discutir o início deste
versículo, já que esta parte normalmente não é contestualizada. Como
afirmado em Isaías 7:14 (acima), o Eterno prometeu que daria um sinal.
Mas a quem daria o sinal e por quê deste sinal? Estas perguntas são muito importantes
pois a resposta a elas deixa claro que esta passagem não tem nada a ver com Yeshua.
Para conhecer as respostas, recorremos às informações da própria Bíblia, mais
precisamente no (2)Capítulo 7:1-9 do livro de Isaías.
[1]E aconteceu de Achaz bem Iotam, neto de Uziáhu, rei de Judá, que Retsin, o rei de
Aram, e Pecach bem Remaliáhu, o rei de Israel, subiram a Jerusalém para lutar contra
ele, mas não conseguiram prevalecer. [2] E foi dito à Casa de David:’Aram
estabeleceu uma alinaça com Efraim’. Ante isso, seu coração e o de todo o povo se
abalou tal como se abalam as árvores da floresta ante o soprar do vento. [3] Disse
então o Eterno a Isaías: Vai ao encontro de Achaz, junto com Shear Iashuv, teu filho,
na borda do canal dos reservatório elevado, na estrada das lavanderias, [4] e diz-lhe: ‘Fica tranqüilo, não temas nem deixe que se inquiete teu coração ante as fagulhas destas duas brasas fumegantes, da ira exaltada de Retsin e Aram, e do filho de Remaliáhu’. [5]Porque Aram, juntamente com Efráim e o filho de Ramaliáhu,
propuseram fazer mal a ti dizendo:[6]’Provocaremos e atacaremos Judá, anexá-loemos
e coroaremos ao filho de Tav’al como seu rei’. [7]Mas assim disse o Eterno D’us:
Isto não ocorrerá nem virá a acontecer! [8] Pois a capital de Aram é Damasco e sua
cabeça é Retsin; dentro de mais 65 anos, Efráim deixará de ser um povo. [9]E a capital de Efráim é Shomron e sua cabeça é o filho de Remaliáhu. Se nisto não acreditares, é porque te falta fé.(Isaías 7:1-9)

Para compreender o contexto desta passagem.
Naquela época, o Reino do Norte (Efraim) se aliou a Retsin, rei de Aram em uma
tentativa de se libertar do perigo assírio. Como o Reino do Sul (Judá) não participou da coalizão entre o Reino do Norte e Aram, estes dois temeram que o Reino de Judá se tornasse aliado da Assíria. Assim, eles resolveram atacar o Reino do Sul, para destronar o rei Achaz e colocar no seu lugar o filho de Tav’al rei de Tiro. Achaz, temendo ser cercado pelos exércitos adversários, efetuou uma verificação da reserva de água da cidade de Jerusalém. Mas Isaías vai ao seu encontro e tranqüiliza o rei Achaz, mostrando que não háverá perigo, pois continua válida a promessa de que a dinastia do rei Davi será preservada, desde que se confie totalmente nas providências do Eterno.
O sinal prometido a Achaz é o seu próprio filho, do qual a rainha, uma jovem, (e não
virgem) está grávida. Este menino, que está para nascer, é o sinal de que o Eterno
continua permanecendo no meio do seu povo. Daí o nome Emanuel, que significa YHWH
Conosco.
Assim, de acordo com o contexto do Capítulo 7:1-9 do livro de Isaías, observamos que
o Eterno promete um sinal ao rei Achaz e este sinal é justamente o filho do próprio rei que está por nascer.
É bom lembrar e informar que o desenrolar destes fatos foi uma previsão que se realizou em pouco tempo, e não uma previsão para um acontecimento futuro bem longínquo, como ensinam e insistem os apologistas cristãos, ao atribuírem tal profecia a Iehoshua de Nazaré, que apareceu no cenário uns 700 anos após estes acontecimentos.
Vale ainda acrescentar que o nome hebreu Yeshua significa D´us é Salvação,
diferente do nome Emanuel, que significa YHWH Conosco, que é o nome mencionado
na profecia de Isaías 7:14.
Ainda com relação ao nome Emanuel, vale acrescentar que este é o nome dado por
Isaías a uma futura criança cujo nascimento será, para o rei Achaz, o sinal da assistência divina, como afirmado em Isaías 7:14-17.
[14] Eis pois que o Eterno, Ele mesmo, vos dará um sinal: eis que a moça grávida dará
à luz um filho e o chamará Imanuel.[15]Quando ele souber evitar o mal e escolher o
bem, alimentar-se-á de nata e mel. [16] Pois ainda antes de saber afastar o mal e
escolher o bem, a terra cujos os dois reis tu temes estará completamente abandonada
[17] O Eterno trará para ti, para teu povo e para a casa de teu pai, dias como ainda
não haviam ocorrido desde o dia em que Efráim se separou de Judá: a invasão do rei
da Assíria.

Conclusão do Estudo

O reino de Judá é ameaçado pelos sírios e efraimitas que, aliados, desejavam opor-se à dinastia reinante, a mesma dinastia que também se beneficia das promessas feitas a
Davi. Em vez de dar crédito a estas promessas, Achaz pediu ajuda a Assíria, mas Isaías condenou este modo de agir do rei e proclamou que o Eterno estaria presente, que Ele estaria do lado do Reino de Judá, ou seja, que D’us Estaria Conosco. Deste modo, qual seria a criança cujo nascimento seria portadora de uma mensagem como esta?
Como seria para o rei, contemporâneo de Isaías, que o sinal seria dado, então o
nascimento anunciado deveria ocorrer proximamente.

Pela logica a passagem de "Mateus 1:22 " foi acrecentada por alguem com o interresse de fortalecer a crença do nascimento do mashiach (claro que sem nessecidade), mas acaba fortalecendo os erros de traduções
Quanto ao "mateus 1:23" poderia ser aceito desde que se entendesse que "Emanuel " não era o nome, mas sim a condição de que D´us estaria presente atravéz de Yeshua Hamashiach!

Shalom!
avatar
Josinei

Mensagens : 2
Pontos : 6
Data de inscrição : 29/10/2012

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum