Adonay Echad


Seja bem vindo (a)!!!

Últimos assuntos
Bate Papo
Quem está conectado
6 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 6 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

[ Ver toda a lista ]


O recorde de usuários online foi de 57 em Seg 08 Fev 2016, 6:29 am
Parceiros



50




50








50




50



50

Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

default Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Diego Yo'ets em Ter 18 Jan 2011, 6:18 pm

Baseado em uma informação do irmão Eldier, decidimos abrir um tópico para falarmos um pouco da religiosidade esperada por D'us de nós, se é que isso realmente existe.
O que deve ser restaurado para que se possível chegassemos a condição nominal do Reino Milenar de Yeshua?

Já houve a reforma que D'us espera do Homem ? O que deve ser renovado de fato ?


O Irmão Eldier começou respondendo:

na verdade não houve uma REFOOOORMA, só descascaram um pouco a tinta e pintaram de novo, maquiagem nova!
mais de 70% da doutrina reformada continuou igual a doutrina católica.
Lutero não quis que a ICAR continuasse a oprimir a população, mas apoiou a opressão dos nobres e burgueses sobre os camponeses, na verdade lutero tinha medo mesmo era de morrer.
Lutero não queria sequer deixar a ICAR, isso nunca foi a intenção dele.
Há muito que se falar sobre isso!

Só um detalhe, nem nesse e nem em qualquer assunto desse fórum será adimitido racismo ou preconceito contra instituições religiosas. Fatos históricos serão adimitidos.


Última edição por Diego em Sex 21 Jan 2011, 8:21 am, editado 1 vez(es)

___________________________Adonay Echad__________________________________________

A Lei não salva o homem pecador, apenas ensina o menino como deve andar.
avatar
Diego Yo'ets
Administrador
Administrador

Mensagens : 594
Pontos : 843
Data de inscrição : 08/11/2010
Idade : 34
Localização : Fortaleza-Ce

http://adonayechad.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Elder Henrique de Souza em Qua 19 Jan 2011, 1:21 am

Shalom Diego!!!!

Já que você tocou em racismo!

Lutero escreveu um livro chamado de: “O judeus e suas mentiras”, se esse livro não for racista, minha mãe ainda é virgem, até Hitler citou e publicou este livro e disse: “Estou terminando a obra de Lutero.”

Este livro é cheio de declarações anti-semitas, interessante é que Lutero só escreveu este livro por frustração de não conseguir convencer os judeus de sua pseudo-ortodoxia universalista romana, todos sabem: o anti-semitismo veio de Roma e quem separou os cristãos dos judeus foi o XXXXXXX( me censuro) do império romano e sua igreja imperialista.

Está reforma foi tão eficaz que depois dela até em Geneva (Roma protestante) Calvino queimava pessoas, Calvino foi um reformador tão amoroso que mandou queimar seu melhor amigo na fogueira, por que seu amigo não acreditava na TRINDADE, doutrina esta, tão perversa e autoritária que foi a doutrina mais letal, literalmente falando, do “cristianismo” de fato a trindade foi a doutrina que mais matou pessoas na historia do cristianismo.

Este tópico era tudo que eu precisava para me vingar dos monergistas! Opa! Perdão!

Voltando para Lutero, ele nunca pensou em sair da Igreja católica Romana, só saiu por que foi excomungado e ia morrer, Lutero só serviu mesmo foi para o êxito do movimento reformista, porque moralmente...

E isto fora a historia do massacre contra os camponeses que ele apoiou e chamou de: “cachorros raivosos que precisam ser executados”, será que para ele isto se aplicaria também para os judeus?

Não posso deixar de falar sobre os ANGLICANOS que são estranhamente também chamados de reformados, A IGREJA ANGLICANA surgiu da infidelidade de um rei inglês apoiada por TEOLOGOS REFORMADOS, rei safado que tinha de fato varias amantes e queria se livrar da coitada da esposa, cuja filha católica, matou os TEOLOGOS REFORMADOS, para se vingar da mãe rejeitada.

Nem falei do ecumenismo doutrinário, pois é, a doutrina reformada é mais de 70% igual à doutrina católica. Isto deve explicar esta tendência ecumênica entre os reformados e a ICAR.

Se Lutero estivesse vivo ele olharia para a ICAR e diria: “Era exatamente isto que eu queria, agora quero ser padre de novo.”

Olha que eu nem comecei a falar, esta reforma foi mesmo uma “benção”!...
avatar
Elder Henrique de Souza

Mensagens : 51
Pontos : 58
Data de inscrição : 08/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Qua 19 Jan 2011, 7:07 pm

No meu entendimento, esta é outra coisa do mundo, sob o controle de ha-satan, e que a maioria das pessoas costuma achar que é uma coisa muito boa e pura e santa. Contudo há no mundo uma enorme confusão de religiões, credos, doutrinas, práticas que, como não poderia deixar de ser, vem do pai da mentira, o príncipe deste mundo.

YAOHUSHUA nunca veio ensinar religião. YAOHUSHUA veio nos ensinar verdade. Poucas pessoas conseguem perceber o real significado de religião, por isso, vamos colocar às claras o que isso significa e o quão maléfico é para o coração do homem. Em primeiro lugar, vamos entender definitivamente o significado de Oholyao (hebraico) ou Igreja (grego). A palavra Oholyao é uma palavra hebraica que traz em si o significado de um corpo espiritual composto de todos os que crêem em YAOHUSHUA, independente de onde vivam, de raça, nacionalidade, cor, posição social, etc. Enfim, a palavra Oholyao representa pessoas. Igreja aparece no Novo Testamento traduzido do grego, e significa os chamados para fora. Já estudamos, para fora de que nós somos chamados; contudo, aqui, o que precisamos perceber e entender é outra coisa. Precisamos entender que igreja, do mesmo modo que Oholyao, são pessoas e não lugares, entidades ou prédios.

As pessoas não entendem que Igreja não é um prédio com sinos, torrinhas e cruzes no alto. Igreja não é um lugar aonde se vá. Igreja são pessoas. Ou alguém é igreja ou alguém não é igreja. Se você é igreja, onde quer que esteja, você continua sendo igreja, 24 horas por dia. Se alguém não é igreja, a freqüência a um local de reunião não faz com que seja o que não é.

Religião é justamente este engano de satanás que faz as pessoas acreditarem que se estiverem freqüentando algum lugar, ou praticando alguns rituais específicos, deste ou daquele credo, estão muito bem com YAOHU UL. Ninguém deve considerar que está no Reino de YAOHU UL por freqüentar lugares de reunião ou cumprir rituais. Alguém está, de fato, no Reino de YAOHU UL, quando está em YAOHUSHUA hol-MEHUSHKHAY (o Messias), vivendo em humildade, submissão e dependência; quando ouviu o chamado para fora e atendeu, começando a viver agora segundo as coisas do alto, segundo a vontade de YAOHU UL e não mais segundo o curso deste mundo.

Religião é aquilo que permite aos homens enganar as suas consciências. Cada credo tem seu próprio lugar de reunião e para eles as pessoas se dirigem com a idéia enganosa de que aquele prédio é uma igreja. Igreja como já vimos não é um lugar, nem um prédio e sim, pessoas. Contudo, como a grande maioria acreditou na mentira de que igreja é um lugar ou um prédio, elas vivem seu dia-a-dia completamente alheios aos princípios que regem o Reino de YAOHU UL, e quando chega o momento de praticar suas religiões, se aproximam daquele local e seu semblante vai se modificando. Lá, acreditam elas, é o lugar de ser bonzinho, lá é o lugar de obedecer e ter uma aparência externa de santidade. Lá, são gentis com os demais, praticam seus rituais com perfeição; contudo, quando termina a reunião e se afastam daquele lugar, seus semblantes também vão mudando e voltam ao que são no seu íntimo, na verdade do coração.

Aqueles que de fato são Oholyao (ou igreja, na origem grega da palavra), também se reúnem, também têm um local onde oram, louvam e cultuam ao Altíssimo; contudo, a realidade de vida está presente no coração 24 horas por dia e não somente naquele lugar. O culto a YAOHU UL é algo ininterrupto na vida dos verdadeiros YAOHUSHUAHIM (os que crêem em YAOHUSHUA). Uma reunião tem começo, meio e fim, contudo o culto a YAOHU UL é ininterrupto, sem fim, sem intervalo, pois o nosso culto a YAOHU UL é a nossa própria vida e coração.

YAOHUSHUA estabeleceu muito adequadamente que tipo de adoração YAOHU UL, o Pai, quer receber. Quando foi questionado sobre onde seria o lugar certo para adoração, Ele respondeu que não era uma questão de "onde" mas sim uma questão de "como". Ele disse que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade. Isto é uma simples questão de "como" e nunca de "onde". Shaul (Paulo), na sua epístola aos Romanos 12:1-2 diz : "Rogo-vos, pois, irmãos, pelas misericórdias de YAOHU UL, que apresenteis os vossos corpos por sacrifício vivo, santo e agradável a YAOHU UL, que é o vosso culto racional. E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimenteis qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de YAOHU UL".

Apresentar os nossos corpos em sacrifício vivo é vivermos o Reino de YAOHU UL 24 horas por dia, 365 dias por ano, toda a vida. Religião é, pois, tudo que difere destas palavras, e engana o coração dos homens, aliviando suas consciências, agindo cada um conforme seu próprio entendimento e vontade e não de acordo com a vontade de YAOHU UL.

Existe um forte desejo soberbo no coração do homem que o impele a criar uma religião e buscar adeptos que o sigam. Homens trazem no coração o desejo oculto, pela soberba, de serem líderes de muitas pessoas, de estarem à frente de grandes congregações. Na maioria das vezes, tudo isso vem disfarçado numa aparência de "ajuda ao próximo" e "divulgação da verdade", com uma capa de santidade, porém seus verdadeiros motivos do coração são rapidamente expostos quando alguém tenta "invadir o seu reino próprio", porque há igualmente outros homens soberbos que preferem derrubar um lider para arrebanhar seus seguidores, para não ter nem o trabalho de fazer seus próprios prosélitos.

Esta mesma soberba os leva, em pouco tempo, a edificarem templos, tão grandes e suntuosos quanto os rendimentos das doações permitirem.

O próprio nome desta ou daquela religião é uma marca de soberba que cada um faz questão de personalizar. E esta marca se espalha também entre os seguidores, que passam a defendê-la com todo o ânimo, e não mais defender a verdade escritural.

Hoje em dia é incontável o número de nomes de religiões disponíveis em busca de prosélitos; todas verdadeiramente rivais em suas obras, mantendo na superfície uma falsa aparência de fraternidade; muito mais parecido com um relacionamento político do que com uma verdadeira fraternidade.

Podemos compreender com facilidade que religiões de fé antagônica se mantenham afastadas, por não comungarem em seus credos e princípios; contudo, são inúmeras as religiões de fé semelhante que ainda assim se mantém afastadas, pois o centro da questão não está nos fundamentos que professam, mas sim nos feudos e reinos próprios de cada um.

YAOHUSHUA disse claramente aos religiosos da época: "Vocês andam por terra e mar em busca de alguém que possam tornar um prosélito; e depois o fazem duas vezes mais réu do inferno do que vós mesmos".

Portanto, devemos, voltar nosso coração para a verdade e para a verdadeira adoração em espírito, não se deixando enredar por instituições e artifícios humanos. O coração soberbo rejeita a verdade, mas o coração humilde a ama. O coração soberbo é religioso, o coração humilde recebe vida.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Tatiana em Qui 20 Jan 2011, 5:44 am

Shalom a todos!

Pereira disse;
Existe um forte desejo soberbo no coração do homem que o impele a criar uma religião e buscar adeptos que o sigam. Homens trazem no coração o desejo oculto, pela soberba, de serem líderes de muitas pessoas, de estarem à frente de grandes congregações. Na maioria das vezes, tudo isso vem disfarçado numa aparência de "ajuda ao próximo" e "divulgação da verdade", com uma capa de santidade, porém seus verdadeiros motivos do coração são rapidamente expostos quando alguém tenta "invadir o seu reino próprio", porque há igualmente outroass homens soberbos que preferem derrubar um lider para arrebanhar seus seguidores, para não ter nem o trabalho de fazer seus próprios prosélitos.

Por isso mesmo, se faz necessário que se conheça a fundo as Escrituras, pois aqueles que dedicam-se no estudo aprofundado das mesmas, dificilmente serão enganados. Porém, adicione-se aos estudos um coração temente e sincero diante do Eterno, pois Dele vem a luz do entendimento!

Yeshua disse: Errais por não conhecer as Ecsrituras, nem o poder de D`us!"

É por isso que há o erro, por falta de conhecimento das Escrituras e do poder do Eterno.

O título deste tópico é: "Reforma Religiosa, o que nos compete?"

Eu digo: Nos compete seguir fielmente as Sagradas Escrituras e proclamá-las, aí sim, estaremos contribuindo para o resgate da sua essência em nossas mentes e corações!

A reforma Religiosa contrói dogmas humanos que, às vezes, afastam o povo de D`us. A restauração, resgata, traz de volta à essência!

Porém, isto tem um preço a ser pago: cada um que quiser fazer a sua parte pagará de maneira diferente. Acho que um bom começo, neste sentido, se inicia em nosso interior, no nosso ego. Para aprendermos realmente de D`us, é preciso nos despojarmos de nossa autossuficiência e nos rendermos a suficiência que vem do Alto, como diz meu Rosh! Assim, devemos primar pelos ensinos de D`us sem alterações. A transformação começa em mim! É de dentro para fora e deve servir de testemunho para as demais que querem seguir este caminho. A Restauração está relacionada à transformação de vida, visto que é a Palavra de HaShem que nos transforma a cada dia através do Seu poder!

Yeshua disse: "vocês conhecerão a verdade, e a verdade os libertará."

Toda restauração começa pela Palavra, a Palavra de HaShem! Yeshua é a Palavra viva!


streldavid


Última edição por Tatiana em Sex 21 Jan 2011, 7:38 am, editado 1 vez(es) (Razão : Ortografia e digitação)

___________________________Adonay Echad__________________________________________
"Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo dia! Tehilim 119.97
avatar
Tatiana
Colunista
Colunista

Mensagens : 85
Pontos : 93
Data de inscrição : 18/01/2011
Localização : Rio de Janeiro

http://wwwbloggershalomcom.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por EMBAIXADOR DO REINO em Qui 20 Jan 2011, 7:23 am

Reforma Pra Mim não mudou Nada ...

Na Idéia de Lutero Hitler Obrou seu Maior Intento Hitler segundo fontes seguras era um Protestante e Baseado em Discurços e Livros escritos Por Lutero apos o grande Rompimento com um Judeu que lhe ajudou Muito Dicurçou tais coisas que tem Pesado até Hoje como Raiz do Ante semitismo ...

não culpe ele pois todos aquele que se deixar dominar tornar-se a escravo daquele que o Domina ... Lutero temeu por sua vida e por isso fez o Mínimo e mesmo assim pagou com a vida Cumprindo-se a palavra de Yeshua quem quiser salvar sua vida irá perde-la ...!!!

RESTAURAÇÃO DA IGREJA ORIGINAL FUNDADA NO MONTE SINAI NO DIA DA IGREJA + EVANGELHO DO REINO + PLENO CONHECIMENTO DA VERDADE E BUSCA DA PERFEIÇÃO A IMAGEM e SEMELHANÇA DE YESHUA = VONTADE de D'US...!!!

SHALOM
avatar
EMBAIXADOR DO REINO
Moderador
Moderador

Mensagens : 330
Pontos : 351
Data de inscrição : 14/12/2010
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Qui 20 Jan 2011, 8:47 am

Na verdade a reforma deve começar em mim a cada dia.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por EMBAIXADOR DO REINO em Qui 20 Jan 2011, 11:12 am

NA Verdade Verdadeira a RESTAURAÇÃO Deve Estar em Mim a cada Dia não só ser restaurado mais um Agente da Restauração do Propósito Original Buscar a cada dia Estar em direção ao Novo Éden ... E ser Agente de Restauração pra Levar Vidas a Irem junto de Nós em Direção ao Estado Original Imagem e Semelhança de Yeshua ...

a Referma nem sabe o que é ser imagem e semelhança de Yeshua ....

Portanto, sede perfeitos, assim como vosso Pai celeste é perfeito. Mateus 5:48

Mas é preciso que a paciência efetue a sua obra, a fim de serdes perfeitos e íntegros, sem fraqueza alguma. Tiago 1:4

Entretanto, o que pregamos entre os perfeitos é uma sabedoria, porém não a sabedoria deste mundo nem a dos grandes deste mundo, que são, aos olhos daquela, desqualificados. 1 Coríntios 2:6

eu neles e tu em mim, para que sejam perfeitos na unidade e o mundo reconheça que me enviaste e os amaste, como amaste a mim. João 17:23


avatar
EMBAIXADOR DO REINO
Moderador
Moderador

Mensagens : 330
Pontos : 351
Data de inscrição : 14/12/2010
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Qui 20 Jan 2011, 11:21 am

Perfeito
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Tatiana em Sex 21 Jan 2011, 8:09 am

Shalom!

Vamos ver uma coisa:

No dicionário Aurélio, os principais significados da palavra Reforma que cabe nesta questão:

1. Ato ou efeito de reformar(se). 2.Mudança, modificação.

Vejam que se fizermos uma reflexão cuidadosa da relação da palavra com o ato efetuado pela Roforma Protestante, podemos perceber que, como a própria palavra diz, reforma significa mudança, porém não necessariamente se mudou tudo o que devia ser mudado quando se deu a tal Reforma, mas apenas algumas questões foram mudadas, outras não.

Agora vamos analisar alguns significados da palavra Restauração e compará-los com o assunto em debate:

Restauração: 1.Pôr em bom estado, refazendo ou consertando o quebrado, renovando o deteriorado, repondo o que se gastou. 2.Pôr de novo em vigor. 3.Restituir (uma dinastia, um governo derrubado ao poder.)

Esta palavra nos remete à ideia, não de fazer modificações, mas de, principalmente, pôr de novo em vigor!!! Restituir!!! Por isto acredito que o melhor termo para se usar nesta questão é Restauração, assim fica bem claro o objetivo que se quer alcançar, e quanto a Reforma, bem, fazendo a comparação dos dois movimentos (Reforma e Restauração), fica distinto o propósito de cada um.

Na Restauração, o objetivo principal é resgatar a verdade na mente das pessoas, trazer à luz a essência das Sagradas Escrituras, já na Reforma muda-se pontos específicos de acordo com o objetivo que se quer.

Portanto, precisamos mesmo é de Restauração! E aproveitar este momento para esclarecer a diferença entre ambas: Reforma e Restauração.

Muitas pessoas estão, sinceramente, seguindo ao Eterno e a Seu filho Yeshua, mas às vezes estão em Congregações que ainda não tem a visão da Restauração, porém quando têm seus olhos abertos para a essência das Escrituras aí começa a Restauração. Por isso digo que a Restauração inicia individualmente e assim abrange todo um grupo de pessoas, que no final acabam se unindo, de alguma maneira, para prosseguir neste objetivo. Assim, vai expandido-se o movimento da Restauração.

Claro que sabemos haver e sempre haverá aqueles que se opõem e continuarão a se opor por algum motivo à Restauração e é aí que a batalha se trava, pois acredito que devemos, além de orar, continuar proclamando a verdade em sua essência, como diz as Escrituras: "Quer ouçam, quer deixem de ouvir, fale!



Última edição por Tatiana em Dom 13 Fev 2011, 5:10 pm, editado 2 vez(es) (Razão : Digitação, pontuação e concordância)

___________________________Adonay Echad__________________________________________
"Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo dia! Tehilim 119.97
avatar
Tatiana
Colunista
Colunista

Mensagens : 85
Pontos : 93
Data de inscrição : 18/01/2011
Localização : Rio de Janeiro

http://wwwbloggershalomcom.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por EMBAIXADOR DO REINO em Sex 21 Jan 2011, 1:13 pm

Reforma pode até mexer um pouco ....

Restauração Exige Fidelidade Obediência Negar-se a si mesmo .... e fazer o Movimento de D'us ...!!!
avatar
EMBAIXADOR DO REINO
Moderador
Moderador

Mensagens : 330
Pontos : 351
Data de inscrição : 14/12/2010
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Sex 21 Jan 2011, 3:24 pm

Amada Talita,

Sabias e precisas são suas palavras, que elas promova unidade entre nós. O que o Altíssimo espera que façamos, é nos humilharmos perante Ele e perante nossos irmãos, reconhecendo que sem eles nada somos e nada podemos.

A nossa unidade é o fim de um principado iníquo neste mundo, e a plenitude do Reino de YAOHU UL, nosso adorado UL SHUAODAY (Supremo Criador Provedor de Salvação) e seu Filho YAOHUSHUA hol-MEHUSHKHAY. A unidade, meus amados, começa em mim e em você. Não espere que os outros se humilhem diante de você; humilhe-se você diante deles. Não espere que os outros o considerem grande, superior. Considere-os grandes e superiores a si mesmo. Certamente o menor será abençoado pelo maior.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Elder Henrique de Souza em Ter 25 Jan 2011, 2:53 am

Então vamos usar o quê para a nossa reforma INTERNA, PESSOAL?
A Reforma histórica?
Lutero?
Calvino?
Wesley?
O Anglicanismo?
Os irmãos da Rua Azuza?
avatar
Elder Henrique de Souza

Mensagens : 51
Pontos : 58
Data de inscrição : 08/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por EMBAIXADOR DO REINO em Ter 25 Jan 2011, 12:09 pm

Elder Henrique de Souza

Yeshua é a Torah Vida a árvore da Vida o Exemplo a Ser seguido Verdadeiramente não como é Usado no meio Protestante e Católico Hoje.

Se Deseja copiar Yeshua no Ensino de Ofertas Caridade "Amor" etc....

Mais não se Olha Para um Judeu Barbudo Piedoso Conforme a Torah Guardador do Sábado das festas Bíblicas e até mesmo Tradições as Boas Tradições a Quais Paulo Afirma ser Cumpridor Também...

Restaurar é Voltar a ser como YESHUA ... viver o REINO Hoje isso é

RESTAURAÇÃO Reforma é Abraçar Causas Humanas e o Anti-semitismo ...

avatar
EMBAIXADOR DO REINO
Moderador
Moderador

Mensagens : 330
Pontos : 351
Data de inscrição : 14/12/2010
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Ter 25 Jan 2011, 12:54 pm

Amado Elder,

O único exemplo a ser seguido e divulgado é o Ungido de Yaoshorul (corrompido como Is-rá-el).
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Tatiana em Ter 25 Jan 2011, 3:41 pm

Shalom, Elder!

Você disse:
Então vamos usar o quê para a nossa reforma INTERNA, PESSOAL?
A Reforma histórica?
Lutero?
Calvino?
Wesley?
O Anglicanismo?
Os irmãos da Rua Azuza?

Primeiro, não devemos buscar Reforma, mas sim a Restauração, como já foi dito por mim e por outros por aqui. E como muito bem falou Embaixador do Reino:

Restaurar é Voltar a ser como YESHUA ... viver o REINO Hoje isso é

RESTAURAÇÃO Reforma é Abraçar Causas Humanas e o Anti-semitismo ...

Portanto, siga as Escrituras, sem misturas, e estarás no caminho da Restauração!!!


streldavid

___________________________Adonay Echad__________________________________________
"Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo dia! Tehilim 119.97
avatar
Tatiana
Colunista
Colunista

Mensagens : 85
Pontos : 93
Data de inscrição : 18/01/2011
Localização : Rio de Janeiro

http://wwwbloggershalomcom.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Ter 25 Jan 2011, 3:52 pm

Perfeito Tatiana. Palavras ungidas.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por EMBAIXADOR DO REINO em Qui 27 Jan 2011, 7:09 am

Tatiana

Excelente Colocação Concordamos Plenamente ... Shalom
avatar
EMBAIXADOR DO REINO
Moderador
Moderador

Mensagens : 330
Pontos : 351
Data de inscrição : 14/12/2010
Idade : 33

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Sex 11 Fev 2011, 2:16 pm

A Nova Aliança de Yaohushua com Seu povo nunca foi uma realidade meramente exterior; ela sempre envolveu o interior do ser humano, sem se limitar a isso.

Não é ULHIM quem muda, não é a Aliança que muda, são as pessoas que mudam. No tempo anunciado por YarmYaohu, nova será a maneira de ver e de viver a Aliança, de compreender e de responder à Aliança com ULHIM.

Ela envolve a vida toda das pessoas, tanto atitudes internas quanto ações externas. Ações externas sem atitudes internas correspondentes não fazem o menor sentido na ensino bíblico; nunca fizeram. (E ousaria até dizer: não fazem sentido em religião alguma, pois não há como conceber uma religião, qualquer que ela seja, sendo praticada sem sinceridade e seriedade).



A espiritualidade, na Bíblia, diz respeito sempre à totalidade da existência do ser humano, em todas as suas relações, com ULHIM e com o próximo.

A Aliança é nova e trata-se de renovação, de novo começo, de nova oportunidade.

Um novo começo e uma nova oportunidade que se dão a partir da transformação das pessoas e de sua compreensão da relação com ULHIM.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Tatiana em Dom 13 Fev 2011, 5:24 pm

Pereira, você disse:
Amada Talita,

Sabias e precisas são suas palavras, que elas promova unidade entre nós. O que o Altíssimo espera que façamos, é nos humilharmos perante Ele e perante nossos irmãos, reconhecendo que sem eles nada somos e nada podemos.

A nossa unidade é o fim de um principado iníquo neste mundo, e a plenitude do Reino de YAOHU UL, nosso adorado UL SHUAODAY (Supremo Criador Provedor de Salvação) e seu Filho YAOHUSHUA hol-MEHUSHKHAY. A unidade, meus amados, começa em mim e em você. Não espere que os outros se humilhem diante de você; humilhe-se você diante deles. Não espere que os outros o considerem grande, superior. Considere-os grandes e superiores a si mesmo. Certamente o menor será abençoado pelo maior.

Glória e honra seja dada ao Eterno de Israel! Dele vem a sabedoria, nada tenho de mim mesma, se Ele não me der. E assim é com todos nós, não é mesmo?!

Pouquíssimas vezes concordamos num tópico, mas aqui temos concordância com relação a Restauração. Então, Baruch HaShem!

Como você disse, que haja unidade entre nós! Apesar das divergências de entendimentos na maioria das vezes! rsrs

Mas neste post você esqueceu que meu nome é Tatiana rsrsrs

Um abraço,

Shalom!


___________________________Adonay Echad__________________________________________
"Quanto amo a tua lei! É a minha meditação, todo dia! Tehilim 119.97
avatar
Tatiana
Colunista
Colunista

Mensagens : 85
Pontos : 93
Data de inscrição : 18/01/2011
Localização : Rio de Janeiro

http://wwwbloggershalomcom.blogspot.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Seg 14 Fev 2011, 9:56 am

Amada Tatiana,

A AMADA DIZ: Pouquíssimas vezes concordamos num tópico, mas aqui temos concordância com relação a Restauração. Então, Baruch HaShem!

Realmente pouquíssimas vezes temos concordado nestes assuntos. Até seu nome tenho errado. Kkkkkkk. Mais o importante é que mesmo não concordando sempre estarei ao seu lado para defender o teu direito de dizer o que pensas e crê.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Marcos Grano em Qua 16 Fev 2011, 8:25 am

Shalom!
A verdadeira igreja não precisa ser restaurada, a reforma não atingiu e não atingirá a verdadeira igreja. A reforma reformou a grávida igreja católica, que na reforma (parto) nasceram-lhe as lindas filhinhas rebeldes, que são uma ninhada de tantas que são. A igreja verdadeira não tem um templo físico, ela é composta por todos aqueles que guardam a Torah de YHWH e tem em seu favor o testemunho do Mashiach. Ver Apocalipse cap. 12 vers. 17. As filhinhas rebeldes da ICAR fazem guerra contra os filhos da promessa, guerreiam também contra a mãe delas, bradando Tehilim 2 " Rompamos com Sua Torah e com seus mtzvot ( mandamentos). Estas fazem guerra contra os filhos da promessa!
Shalom!

___________________________Adonay Echad__________________________________________

avatar
Marcos Grano
Moderador
Moderador

Mensagens : 148
Pontos : 158
Data de inscrição : 16/02/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Qua 16 Fev 2011, 10:45 am

O amado está corretíssimo.

O PROTESTANTISMO SE ORIGINOU DE DENTRO DA IGREJA CATÓLICA, MAS A IGREJA CATÓLICA PERMANECE DENTRO DO PROTESTANTISMO ATÉ HOJE

Muitas pessoas vêem as inúmeras denominações protestantes, ou mais recentemente denominadas "evangélicas", como uma restauração da verdadeira fé apostólica, tendo deixado para trás os erros do catolicismo romano. São os protestantes atuais, ou evangélicos, os maiores críticos do catolicismo romano desde a reforma. Contudo, não conseguem perceber que são na realidade apenas católicos "mais próximos" da fé apostólica, embora mantenham ainda inumeráveis características herdadas de sua origem católica romana.

Hoje em dia, quando um cientista sai de um laboratório contaminado pelas piores e mais fatais bactérias, ele é obrigado a passar por um banho esterilizante, com aplicação de raios ultra-violeta, para garantir que não traga para fora nem ao menos uma única bactéria de lá de dentro.

Infelizmente tal não sucedeu quando os protestantes saíram do catolicismo romano. Nem os tão proclamados anabatistas, dos quais os batistas afirmam ter sua origem, passaram por esta esterilização completa. De um modo geral, o protestantismo trouxe consigo inúmeras bactérias espirituais fatais do catolicismo romano. Diversas características do catolicismo romano são facilmente identificáveis no protestantismo ou nos chamados evangélicos, dos dias atuais.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Qua 16 Fev 2011, 10:45 am

Vejamos algumas destas características:

1) Os protestantes, ou evangélicos, invocam o mesmo ídolo "Yeshua", herdado da mitologia greco-romana de "Zeus", que os católicos adotaram como o messias deles desde o princípio. Para o observador mais atento e amoroso pela verdade, é fácil constatar que este nome é invocado no candomblé, na macumba, no espiritismo, em diversas religiões orientais "cristianizadas", na cabala, na maçonaria (como sendo um dos seus mestres ilustres), no catolicismo romano e no protestantismo. Bem próximo à minha residência, há um centro espírita que anuncia em letras prateadas em sua fachada: "Nós somos seguidores de Yeshua, Kardec e Ramatis". Apesar de YAOHUSHUA ter afirmado que a salvação vem dos judeus, parece haver uma repulsa generalizada por toda origem hebraica, da verdadeira fé apostólica, por parte de todos estes. Apesar de estar tão claramente registrado no livro de Atos 4:12 que "nenhum outro nome nos foi dado debaixo dos céus, pelo qual importa que sejamos salvos", parece que a tradição e facção de todos estes, tem prevalência sobre as Sagradas Escrituras.

2) Os protestantes mantêm festas católicas pagãs em seu calendário de festas "santas". Não é objetivo deste material discorrer sobre as origens pagãs das celebrações de natal, mas sem dúvida, esta festa pagã é celebrada tanto por católicos como por protestantes, como pelo mundo em geral. As Sagradas Escrituras afirmam que não há nenhuma comunhão entre a luz e as trevas. Com relação ao natal, estariam as escrituras erradas, ou tanto os católicos como os protestantes, e também os mundanos, participam das mesmas trevas?

3) Os protestantes se levantaram contra os dogmas papais, mas, sem excessão, cada denominação protestante criou seus próprios dogmas. Algumas denominações, ignorando os originais gregos do Novo Testamento, passaram a ignorar a palavra "imersão" para adotarem o neologismo "batismo", criando assim as mais diversas formas de "batismo". Qualquer pessoa, por menos cultura que possua, sabe o que significa "imergir". Porém o neologismo "batizar" se transformou apenas em alguma espécie de ritual onde há água. Algumas das denominações protestantes praticam o "batismo" por aspersão de água sobre a cabeça, exatamente aos moldes católicos. Outros destes "dogmas" protestantes, que variam de denominação para denominação, são as questões de vestimenta, uso de dons espirituais, tipos de governo, etc. Algumas denominações evangélicas atuais se utilizam de vestes diferenciadas para o "clero", e fazem as mesmas distinções entre clero e leigos, herdadas do catolicismo romano. Não são poucos os líderes evangélicos que usam vestes e colarinho idêntico aos padres católicos.

4) A grande maioria das denominações evangélicas tem como uma máxima de estabelecimento a construção de prédios, erroneamente denominados "templos". Esta é, sem dúvida, uma grande herança católica. Algumas destas denominações se referem a seus prédios como sendo "catedrais", comprovando mais e mais a herança católica. Apesar das Sagradas Escrituras afirmarem e reafirmarem que o Altíssimo não habita em casas feitas por mãos humanas, e também que a habitação de YAOHU UL são os corações dos verdadeiros fiéis em YAOHUSHUA, tanto católicos como protestantes têm seus "templos" construídos por mãos humanas, nos quais centralizam, senão toda, ao menos grande parcela de suas atividades. A despeito das afirmações de que tais prédios não passam de um lugar onde as pessoas possam se reunir, a verdade é que o que se permite fazer ou conversar dentro destes prédios é bem diferente do que é permitido fazer ou conversar fora dos mesmos prédios. Não são poucas as denominações evangélicas que se referem ao local de reunião como o "santuário".

5) Por mais antagônico que possa parecer, os protestantes romperam com o catolicismo (ao menos oficialmente) baseados em fatos bíblicos diversos, a começar pelos que apontavam para a justificação exclusiva pela fé. É aparentemente antagônico que a mesma Bíblia que é usada contra os erros católicos, não é considerada fundamentalmente como regra de fé protestante. Qualquer protestante que ler estas palavras, irá imediatamente afirmar que a Bíblia é, sim, sua regra de fé e conduta, e eu creio mesmo que esta afirmação possa ser sincera; contudo, esta base bíblica protestante é bastante seletiva quanto aos textos. Alguns textos são decorados e recitados freqüentemente; outros são ignorados e não são sequer cogitados uma única vez. De modo geral, todo o ensino escritural relativo ao NOME, apesar de enormemente prioritário, é completamente negligenciado em aulas ou cultos. Por amor a estas pessoas sinceras de coração para com a verdade das Sagradas Escrituras, e sem negligenciar o amor pelas demais também, é que entendemos ser necessário este material sob o título "Santificado seja o Teu Nome", porque esta simples frase já foi lida milhares de vezes, mas certamente negligenciada em seu significado as mesmas milhares de vezes. O domínio e propriedade sobre a verdade escritural, tão assumido pelos Papas católicos, é hoje igualmente exercido pelos protestantes, ou evangélicos, onde qualquer palavra que confronte suas crenças é, de imediato, considerada como heresia pecaminosa, sendo considerados como "anti-messias" ou "falsos profetas" seus locutores.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Marcos Grano em Qua 16 Fev 2011, 11:16 am

Os protestantes são filhas da ICAR, elas tem o DNA da mãe.
O DNA é: Tehilim 2 vers. 2 e 3
"Os Reis da terra se levantam e os governos consultam juntamente contra o YHWH e contra o seu ungido, dizendo:

Rompamos as suas atadura, e sacudamos de nós as suas cordas.

Quem são os Reis? Resposta: Papa, Silas, Macedo, etc...
O que eles professam? Resposta: "Rompamos as suas atadura (Torah) e sacudamos de nós as suas cordas (mitzvot) mandamentos.
Não é isto que fazem?
Shalom!

___________________________Adonay Echad__________________________________________

avatar
Marcos Grano
Moderador
Moderador

Mensagens : 148
Pontos : 158
Data de inscrição : 16/02/2011
Idade : 59

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Pereira em Qua 16 Fev 2011, 12:10 pm

Nào devemos nos esquecer de incluir nesse bolo alguns ramos do Judaismo que a xemplo de alguns da antiguidade se corromperam.
avatar
Pereira

Mensagens : 540
Pontos : 560
Data de inscrição : 21/12/2010

Voltar ao Topo Ir em baixo

default Re: Reforma Religiosa, o que nos compete, reformar ou restaurar?

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 3 1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum